blog-3 Pelo menos para a maioria das empresas, clientes satisfeitos é sinal de bons negócios, afinal, o que é melhor do que ter as pessoas que consomem os seus produtos e serviços os indicando, espontaneamente, para os seus amigos e efetuando novas compras? A pesquisa de satisfação deve buscar identificar falhas e entra como peça-chave para a empresa criar novas estratégias, melhorar processos e aprimorar produtos e serviços. Parte teórica à parte, os empreendedores precisam pensar na pesquisa de satisfação como forma ou caminho para resolver problemas, então, entende-se que precisam estar dispostos a promover mudanças nos produtos, no atendimento e no que for necessário, senão, o esforço não valerá a pena. Muitas empresas, mesmo quando não estão promovendo qualquer tipo de pesquisa, recebem críticas dos clientes e acabam não tomando qualquer medida ou, não tomando ações para acalmar o cliente. É perda na certa!

Mas, porque será que é tão difícil colocar os resultados das pesquisas de satisfação em prática?

Primeiro, porque grande parte dos empresários não estão, realmente, dispostos a aprender com o consumidor e moldar a empresa segundo o que é importante para ele. Além disso, para fazer a pesquisa funcionar de forma eficiente, o empreendedor precisará dedicar tempo e, muitas vezes, investimento. Segundo, porque o dia-a-dia do empresário acaba levando-o a um curso natural de focar sempre nos seus produtos e serviços e nas coisas que fazem o negócio gerar dinheiro. As mudanças sempre vão ficando para depois e, quando não tem mais jeito, toma medidas emergenciais e, muitas vezes, sem qualquer planejamento. Inserir uma estratégia de melhoria contínua, através da pesquisa de satisfação, pode prevenir uma série de coisas, entre elas, a perda de clientes.

Não basta estar de olho apenas no seu negócio

Mesmo que a sua empresa faça e coloque em prática a pesquisa de satisfação, é preciso manter os olhos abertos na concorrência, nas oscilações de mercado e em todos os fatores que podem colocar seu negócio em risco. Ao longo da vida de uma empresa, os empreendedores precisam tomar muitas decisões importantes, promover muitas mudanças para adaptar-se e readaptar-se ao mercado, que vide em constante evolução e, lançar novos produtos e serviços, então, tendo dados reais, tudo torna-se mais fácil e com maior assertividade. Mais do que ouvir o cliente, mas colocar seus ensinamentos em prática, pode ser o detalhe que faltava para a sua empresa gerar mais receita e ter clientes por mais tempo.
Desenvolvido por Kedon