blog-1 Independente do segmento, da empresa ser grande ou pequena, nova ou veterana no mercado, o design está presente em todos os momentos, mesmo antes do negócio, de fato, existir. O projeto de design de logo é, na maioria das vezes, o primeiro passo para a formação da empresa. Isso porque, quando se pensa em abrir um negócio, além da parte legal, é preciso pensar, entre outras coisas, na logo (logotipo ou logomarca), no website e no material de divulgação. De todos estes, a logo é, sem dúvida, o objeto central. Ela estará presente em todos os lugares, desde o material impresso, website, até, dependendo do segmento, na fachada do negócio, representando a empresa. Na internet existem materiais abundantes sobre design de identidade corporativa, mas nesse artigo, iremos abortar o assunto de forma mais reflexiva, voltado não para os profissionais da área, mas para qualquer pessoa que esteja abrindo um negócio ou que queira reformular a imagem da empresa.

A logo, logotipo ou logomarca:

Antes de iniciar, sabemos que existe uma discussão acerca do uso de logotipo x logomarca, sobre qual é certo ou errado usar. Decidimos manter os dois pois o objetivo final é que nossos leitores entendam a mensagem que estamos querendo passar. Ao longo do artigo, iremos utilizar simplesmente logo. Muitas das vezes que participo de alguma reunião ou brainstorming para discutir sobre a criação da logo, a afirmação que sempre vem em pauta é que a logo deve representar, graficamente, o que a empresa será (uma ideia a meu ver, bastante ultrapassada). brainstorming Antigamente, muitas empresas tinham por habito incluir, em sua logo, elementos gráficos (desenhos, formas geométricas, ilustrações) que indicavam o que a empresa faz. Por exemplo, uma empresa de transporte, inseria um desenho de caminhão como parte integrante da sua logo. E esse pensamento continua até os dias de hoje. A utilização de elementos gráficos não é errada. A verdade é que não existe o certo ou o errado, desde que o design seja pensado com foco no público-alvo do negócio. Deve existir um propósito por traz da logo e, muitas empresas, embora utilizem diversos elementos, o fazem com criatividade, como forma de cativar o público.

Menos é mais

design-de-logo-4 É um jargão no design, mas no final das contas, utilizar muitos elementos na logo como imagens, gráficos sobrepostos e tipografias (nome, escrito, da empresa), pode tornar tudo uma grande bagunça, que não comunicará absolutamente nada. Então, pense em utilizar menos elementos de forma que as pessoas consigam “ler” a marca. Muitas vezes, apenas uma boa tipográfica pode representar de forma clara e objetiva a empresa.

A logo representa a empresa, mas quem comunica é o marketing

A logo é apenas uma forma de representar a empresa e, na maioria das vezes, as pessoas não irão relacionar a sua logo com os produtos e serviços que o seu negócio comercializa, esse é o trabalho do marketing. design-de-logo-2 Mas aí você se pergunta: mas, por exemplo, se eu tenho uma lanchonete, colocando um hambúrguer na logo, de cara, as pessoas irão saber o que eu vendo? Sim, mas isso não muda nada! As pessoas irão ver que o seu negócio vende hambúrguer, nada mais. Com a ajuda de um bom plano de marketing, você poderá fazer com que o seu negócio seja lembrado através da logo, independente de ser composta apenas por tipografia ou, também, por gráficos. A correta comunicação com o público garantirá que o seu produto seja entendido e que, quando o cliente receber qualquer comunicação que leve a sua logo, a relacione com os produtos e serviços da sua empresa. Por exemplo, se não conhecêssemos a Apple, a “maça”, marca registrada da empresa, não comunicaria “tecnologia”. Mas como a Apple sempre trabalhou o marketing de forma muito eficiente e consistente, basta vermos a “maçazinha” e já sabemos compreendemos do que se trata. design-de-logo-3 Claro, estamos falando de uma empresa de bilhões, que investe milhões em marketing e que tudo o que lança tem um alcance viral extremamente longo. Mas a regra se aplica à todas as empresas, de todos os tamanhos. Se você, uma empresa de bairro, fizer uma boa comunicação com o seu público, terá uma chance bem maior de ser lembrada pelo menos como opção de compra. Nesse caso, sua logo comunicará os produtos ou serviços que a sua empresa comercializa. É importante que sua logo seja desenhada exclusivamente para o seu negócio, com um formato que não lembre a de outra empresa. Isso ajudará o consumidor a entender claramente de quem é a comunicação que está sendo veiculada. A tarefa de criação de logo é um processo longo e que deve ser feito com atenção e paciência, observando o perfil do público-alvo e devendo passar uma imagem pela qual os consumidores se simpatizem. A logo, mais do que atender aos gostos do empreendedor, deve ser pensada como ferramenta estratégica que, com o auxílio do marketing, diferenciará o seu negócio de tantos outros, ajudando o público a entender com clareza qual a qual empresa pertence.
Desenvolvido por Kedon